mesa livre para a vida

não se descreve o viver. para quê tentar?

25 dezembro 2006

tu. água em pedra

madalena pestana


tu água em pedra. fazes brilhar de novo

o que o pó tornara objecto baço.

eis que a esperança renovo.


de caminho, apoio-me no teu braço.

que conforto!



sem laço.


7 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial