mesa livre para a vida

não se descreve o viver. para quê tentar?

25 novembro 2006

de-olhos-grandes

foto de carlo83


ela era uma menina de olhos grandes.

sabia de brincar todos os cantos escondidos e os assobios dos pássaros sem nome. e os ninhos das árvores que sabia. e os gritos aflitos das mães quando os ovos estalavam e os filhos surgiam, se um lagarto subia a árvore também.

sabia o frio da pele dos lagartos no verão. e as pinhas recheadas dos pinhais.

sabia os brinquedos de loiça fracturada. dos amigos sabia as bolas de trapos que faziam à vez. das raparigas os vestidos limpinhos. para não poder sujar.

dos adultos sabia o pai e a mãe.

e sabia muito mais dos adultos que dela. mas disso não contava a menina de olhos grandes, uma palavra só. e a ninguém.

3 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial