mesa livre para a vida

não se descreve o viver. para quê tentar?

12 dezembro 2006

Amigo


fosse-me o corpo jovem mais que a mente e atreveria verdades no olhar-te.

e no entanto o meu corpo ainda é quente e queira ou não, ainda sei amar

o que é que se interpõe? - tu próprio e tanta gente

tanto caminho me separa de ti ! tanto caminho - sei - a não pisar.


virgens de mim , dos meus traços de afecto, ficarão os caminhos

tão livres quanto são


e eu? eu refugiu-me num calmo fantasiar

a olhar-te e a amar-te e a contornar-te de longe o rosto com a mão.


mas basta-me então esse imaginado tactear?

não, meu Amigo. é bem claro que não.

e já que não posso chamar-te meu amor, uso da liberdade que me assiste

de não fingir tratar-te como irmão.


mais Florbelas, não!

6 Comentários:

  • Às 12/12/06 9:36 da tarde , Blogger Teresa Durães disse...

    o filme - Alguém tem de ceder - Jack Nicolson, em que ele é bem mais velho!!!!!

    hello??????

    (mas anada tudo doido a pensar que estão mortos enterrados??? e depois têm o descaramento de ir ao Voando mandar bitates! ora ora ora!!)

     
  • Às 12/12/06 9:42 da tarde , Blogger non disse...

    ( mas quem é que lhe disse que havia aqui alguém "bem mais velho"? lol)

    Pois linda, vou ver se nã me esqueço da Minha idade.

    Bjs

     
  • Às 13/12/06 2:14 da manhã , Blogger Cordda disse...

    a mão que permite um doce tocar...
    tudo que puderes tocar.
    a mão caminhos estreitar.

    estarei errado?



    cordda

     
  • Às 13/12/06 5:30 da tarde , Blogger Moka disse...

    ficaria surpreendido(a) se este texto não fosse mais um belíssimo poema em prosa

    tudo o mais é paisagem
    um beijo!

     
  • Às 15/12/06 6:49 da tarde , Anonymous paperlife disse...

    Bela fotografia. Agradesceste a aniap?

    :)

     
  • Às 15/12/06 11:37 da tarde , Blogger caminhos disse...

    Por fim vou conseguir colocar o comentário. Abraço grande enorme como a grandeza deste poema
    Beges quemadre

     

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial